Reimer decidiu expor sua história publicamente para desencorajar práticas médicas similares que pretendessem defender a ideologia de gênero.

David Reimer foi um indivíduo canadense nascido saudavelmente do sexo masculino, mas que teve sua identidade sexual modificada e foi criado como uma menina depois que seu pênis foi acidentalmente destruído durante uma circuncisão.1 O psicólogo John Money supervisionou o caso e relatou que a atribuição de identidade sexual foi um sucesso, como uma evidência de que a identidade de gênero é principalmente aprendida. O sexólogo Milton Diamond mais tarde relatou que Reimer não se identificava como menina entre os 9 a 11 anos,2 e que ele começou a viver como um homem aos 15 anos. Reimer decidiu expor sua história publicamente para desencorajar práticas médicas similares que pretendessem defender a ideologia de gênero. Ele cometeu suicídio, devido aos anos de sofrimento de depressão nervosa, instabilidade financeira e um casamento conturbado.